O Profissional e seus desafios de Mercado


O atual cenário traz aos profissionais diversos desafios, além do principal, para quem ainda está empregado, se manter empregado.

Ano passado (2015) e agora 2016, são anos típicos ao momento que o país está passando, afinal com uma crise política instalada e com a instabilidade financeira tão visível, logo as empresas repensam suas estratégias e mudam seu planejamento.

Manter-se no mercado é um grande desafio das empresas, assim como para os profissionais se manterem nas empresas.

As organizações mudam suas estratégias, enxugam os custos e logo olham para quadro de funcionários, fazem mudanças internas, mudam alguns profissionais de posição, muitas vezes agregando mais responsabilidades aos cargos. Além do desligamento do capital intelectual, que também acontece, quando este tem alto custo à companhia, mesmo podendo continuar contribuindo com os resultados, mas diante do cenário nebuloso, a solução encontrada é em uma demissão.

Observamos que apenas empresas com uma boa saúde financeira, com reservas, com negócios distintos de alta penetração no mercado, mantêm esse capital e apostam cada vez mais na expertise de cada um, para novas soluções. Mesmo assim sentem a crise, mas por terem recursos, mantêm o quadro de funcionários.

Em contra partida, esses profissionais enfrentam o grande desafio, realizar novas tarefas, incorporar em suas atividades novas responsabilidades, pensar fora da caixa, se reinventar, além de fazer sempre mais com menos. Entretanto, essas empresas não são maioria e sim exceções.

De acordo com IBGE, o índice de desemprego no Brasil chega a maior taxa histórica (10,9% no 1º trimestre de 2016). “A quantidade de pessoas desocupadas cresceu 22% em relação ao período outubro a dezembro e chegou a 11,1 milhões [...]”.

Neste momento os profissionais se deparam com a triste realidade da oferta menor que a procura, competitividade acirrada, baixos salários, acúmulo de função, vagas aquém de suas expertises, sem contar demais fatores que afetam diretamente o profissional, tais como: problemas com bem estar físico, psicológico, alteração de humor, depressão, insônia, alteração do padrão de vida etc.

Diante desse grande desafio os profissionais repensam suas carreiras, olham para o próprio currículo, pensando em como deixar seu perfil atrativo, para ao menos serem convocados para uma entrevista presencial e terem assim a oportunidade de concorrer a uma nova oportunidade.

Perfis que não se deixam abater pela atual dificuldade, apresentam ao mercado de trabalho suas melhores qualidades, assim como olham criticamente competências não consolidadas para desenvolvê-las, além de buscar novas habilidades.

Neste momento se faz importante olhar quais são as oportunidades que estão sendo geradas a partir das dificuldades apresentadas no mercado.

A crise atual nacional traz a oportunidade de reinvenção e também de empreender.

O foco em soluções e não em lamentações pode ser o primeiro passo para o início de um novo projeto, seja ele em conjunto com alguma companhia, em um novo desafio ou até mesmo partindo para um negócio próprio.

“O trabalho afasta de nós três grandes males: o tédio, o vício e a necessidade”.

Voltaire


DESTAQUES
POSTS RECENTES
TAGS
Nenhum tag.

Linus RH | Alameda Santos, 200 cj. 61 São Paulo | SP 11 3587 1950

Saiba mais sobre oportunidades e serviços em www.linus.com.br

  • Facebook App Icon
  • Twitter Classic
  • LinkedIn App Icon